in

Prefeito de Manaus chora, pede ajuda e detona Jair Bolsonaro

De acordo com as informações divulgadas pelo prefeito da capital amazonense Arthur Virgílio Neto, o percentual de óbitos por coronavírus cresceu de 17% para 36,5% em um só dia.

Virgílio está demasiadamente preocupado com a situação alarmante provocada pelo covid-19, por conta disso, admitiu em rede social que a crise ta se complicando.

Segundo o prefeito, o principal cemitério da cidade tem demanda diária entre 20 e 35 sepultamentos e agora em apenas um dia enterrou 121 pessoas.

Por estar com o sistema funerário sobrecarregado, houve a necessidade de se criar um comitê de crise de óbitos.

Na segunda-feira, dia 20 de abril, o prefeito se reuniu com o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, com quem desabafou, fez criticas sobre o abandono do Amazonas.

Após a reunião disse aos repórteres:

Uma das revoltas segundo o prefeito é que Bolsonaro ao ser questionado sobra o aumento do números de mortos pelo covid-19, disse que quem entende sobre isso seria o coveiro.

Então, o prefeito de Manaus foi questionado sobre o que achou da declaração de Bolsonaro. Ao responder Virgílio chorou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REFORÇO CHEGANDO NA COLINA? Empresário parceiro de Leven Siano afirma que negocia com Giovinco e Balotelli

Última prova do ‘BBB20’ será quiz e 4º colocado sai no sábado, diz Boninho