in

Engenheiros robóticos criam olho biônico que imita retina e devolve visão a cegos

O futuro chegou. Um estudo conduzido por engenheiros robóticos de Hong Kong e EUA apresentou um protótipo de olho biônico que pode ser a chave para devolver a visão para dezenas de milhões de deficientes visuais mundo afora.

O dispositivo, inspirado na retina, é tão sensível quanto o próprio olho humano. Ele foi batizado de EC-EYE – abreviação de ElectroChemical EYE.

A retina humana fornece até 80% de todas as informações visuais sobre o ambiente. É a partir dela que o pioneiro estudo busca se assemelhar.

Segundo os pesquisadores, o EC-EYE é capaz de devolver a visão à pessoas que passaram por degeneração macular relacionada à idade, ou até mesmo a ferimentos envolvendo arma de fogo.

A expectativa é que olho biônico esteja disponível mundialmente em no máximo 5 anos.

Ele não só é inspirado na retina, como também busca imitá-la, aprimorando o foco e reduzindo a propagação da luz à medida que passa por dez milhões de células fotorreceptoras. A diferença é que até agora estas características eram impossíveis de replicar com materiais artificiais.

CuriosidadesEngenheiros robóticos criam olho biônico que imita retina e devolve visão a cegos Gabriel Pietro 1 Mês Ago Sem Comentários
ARTIGO ANTERIORPRÓXIMO ARTIGO
O futuro chegou. Um estudo conduzido por engenheiros robóticos de Hong Kong e EUA apresentou um protótipo de olho biônico que pode ser a chave para devolver a visão para dezenas de milhões de deficientes visuais mundo afora.

O dispositivo, inspirado na retina, é tão sensível quanto o próprio olho humano. Ele foi batizado de EC-EYE – abreviação de ElectroChemical EYE.

A retina humana fornece até 80% de todas as informações visuais sobre o ambiente. É a partir dela que o pioneiro estudo busca se assemelhar.

Quatro missões espaciais serão enviadas para Marte em 2020
Segundo os pesquisadores, o EC-EYE é capaz de devolver a visão à pessoas que passaram por degeneração macular relacionada à idade, ou até mesmo a ferimentos envolvendo arma de fogo.

A expectativa é que olho biônico esteja disponível mundialmente em no máximo 5 anos.

Ele não só é inspirado na retina, como também busca imitá-la, aprimorando o foco e reduzindo a propagação da luz à medida que passa por dez milhões de células fotorreceptoras. A diferença é que até agora estas características eram impossíveis de replicar com materiais artificiais.

Para driblar essa limitação, os engenheiros criaram fotorreceptores de alta densidade colocados dentro de poros de óxido de alumínio, um mineral quase tão duro quanto os diamantes que imitam a retina.

É a tecnologia a serviço da vida!

Para Zhiyong Fan, da Hong Kong University of Science and Technology, e um dos autores do estudo, “o olho biônico poderia superar a capacidade do olho humano normal, já que ele provavelmente será mais sensível aos sensores de detecção de luz”.

Incrível, né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Teste de vacina de covid-19 funciona e Pfizer pode produzir 1 bi de doses

Vasco pode acertar com o zagueiro e atacante para o Campeonato Brasileiro de 2020