CUIDADO! Quem ofender Bolsonaro nas redes sociais será processado, informa OACB

Recentemente, a Ordem dos Advogados Conservadores do Brasil (OACB), emitiu uma nota oficial, ameaçando processar todos aqueles que ofenderem o atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido). Não parando por aí, o órgão em questão ainda pediu para que os internautas possam denunciar as publicações que obtiverem teor negativo contra o Chefe do Executivo.

Na nota em questão, foi pedido para que “se você receber ou deparar-se” com algum tipo de publicação envolvendo o presidente, com inclusão de fotos e vídeos, que ofendam o político, à sua família ou, então, os demais membros do governo, que envie o caso para um email do órgão.

Foi informado, ainda, que a OACB possui um grupo de advogados que estão de prontidão para dar início à processos que envolvam a natureza citada acima. “Vamos processar todos”, informou o órgão, frisando que as pessoas que denunciarem tais conteúdos terão sua privacidade preservada.

O comunicado, que vem gerando discussões nas redes sociais, informa que os advogados irão providenciar para que a NOTÍCIA CRIME possa ser encaminhada de forma devida para os canais competentes. Finalizando, a OACB ainda resumiu que, desta forma, eles conseguirão “derrotar o mal”.

Cabe frisar que, de acordo com as leis vigentes do país, injúria contra o atual presidente da República se caracteriza como crime no Brasil mas, dificilmente, tal atitude leva a prisão aqueles que cometem tal crime.

Durante o ano de 2019, foi realizado uma corrente nas redes sociais pedindo a prisão de um cidadão que estava usando uma camisa na qual ofendia Jair Bolsonaro. A pessoa em questão usava a peça de roupa com os dizeres: “F*da-se Bolsonaro e, se você gosta dele, f*da-se você também”.

Após o caso repercutir na internet, uma corrente pedia para que os internautas pudessem identificar quem era o brasileiro para que, com isso, ele fosse interrogado pelo crime que cometeu contra Bolsonaro, que está previsto na Lei 7.770/83.