Investigado por corrupção, Flávio Bolsonaro compra mansão luxuosa de R$ 6 milhões

Recentemente, o senador Flávio Bolsonaro se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais após o site ‘ O Antagonista’ publicar uma matéria mostrando que o filho do atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), comprou uma mansão em uma área bastante nobre em Brasília. De acordo com as informações concedidas pelo site, o valor do imóvel está avaliado em incríveis R$ 5,97 milhões.

A residência em questão está localizada no Setor de Mansões Dom Bosco, uma área considerada bastante nobre na capital do Brasil. Ainda segundo O Antagonista, o parlamentar financiou o imóvel no total de 360 prestações. Em um vídeo publicado pelo site ‘Metrópoles’, é possível ver, com clareza, o tamanho da residência. As imagens, sem dúvidas, deixarão qualquer um de queixo caído.

De acordo com as informações relatadas no vídeo, o terreno em questão possui 2.500 metros quadrados de área total. A área que foi construída equivale a 1.100 metros quadrados. A piscina da mansão é grande, possuindo duas cores, azul-escuro e azul-claro. O interior da residência também acabou chamando bastante atenção dos internautas.

Até o momento, Flávio Bolsonaro não se manifestou oficialmente sobre a compra que efetuou. Cabe lembrar que o senador vem sendo investigado por conta do suposto esquema de “rachadinha”, que ocorreu na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), quando ele ainda atuava como deputado estadual.

Em seu cargo de senador, o político recebe R$ 33.763. Com os devidos descontos, o salário cai para R$ 24,9 mil. O que acabou chamando a atenção de muitos internautas é o fato de que, durante o ano de 2019, devido a ocasião das eleições, Flávio Bolsonaro havia declarado R$ 1,74 milhão de bens, incluindo, neste montante, seu apartamento na Barra da Tijuca, localizado em área nobre do Rio de Janeiro.

Nas redes sociais, muitas pessoas vêm comentando sobre o assunto em questão, com o filho de Jair Bolsonaro vem recebendo uma avalanche de críticas.