REVOLTANTE: Médica é filmada recusando a atender idosa e agredindo mulher em hospital de SP; confira o vídeo

Durante a última quarta-feira, 24 de fevereiro, uma médica plantonista acabou protagonizando uma cena bastante vergonhosa, mostrando grandes desrespeito com a vida humana e indo contra os direitos constituídos ao cidadão que, neste caso, era um idoso.

A médica em questão é identificada como Dra. Silvia Haber Duellberg, sendo flagrada proferindo agressões, tapas e xingamentos a uma acompanhante que, na ocasião, estava procurando atendimento para uma idosa de 96 anos de idade, que não estava se sentindo bem naquele momento.

O caso, que revoltou milhares de pessoas nas redes sociais, foi registrado através do neto da vítima, que procurou a delegacia para denunciar o ocorrido. Anderson Basílio Ferraz, de 46 anos de idade, foi atrás dos direitos de sua avó, realizando um boletim de ocorrência que, agora, deverá ser investigado, sob a denúncia do descumprimento do Art. 97 – Lei nº 10.741, que legisla o descumprimento e desrespeito ao Estatuto do Idoso. Será, também, investigado a agressão física e verbal realizada ao acompanhada da idosa.

A denúncia em questão foi realizada após a médica negar o atendimento à idosa de 96 anos, identificada como Chiarella Aurora, que estava se sentindo mal e com dificuldades para andar durante a ocasião.

O caso em questão, que vem gerando bastante revolta na internet, aconteceu no Hospital Heliópolis, localizado na zona sul da capital paulista durante a tarde do dia 17 de fevereiro. O neto da vítima, no entanto, registrou o boletim de Ocorrência e entregou as gravações a polícia apenas nesta segunda-feira (23).

Confira no vídeo abaixo como tudo aconteceu durante a ocasião, incluindo as agressões. No vídeo, é possível ver a profissional de saúde partindo para cima do acompanhante da idosa.

O Portal UOL procurou a médica Silvia Haber Duellberg para ouviu as declarações sobre o ocorrido. No entanto, o site não encontrou nenhum contato, com a Dra. Não se pronunciando sobre o fato.